Quais as consequências do desmatamento na Amazônia para nossa saúde? Drauzio Varella explica em série de vídeos

A série “Preservação é saúde”, desenvolvida pelo Dr. Dráuzio junto a um grupo de organizações, terá quatro capítulos, abordando a relação entre desmatamento, queimadas, doenças e Covid-19.

Por que é tão importante preservar a nossa biodiversidade?

Você sabia que o aumento crescente no desmatamento também traz graves consequências para a nossa saúde, como problemas respiratórios, novas doenças e pode até causar novas pandemias? Esses impactos não são tão visíveis como a perda da biodiversidade, mas são igualmente preocupantes para o nosso bem-estar.

O próprio surgimento da pandemia da Covid-19 criou inúmeras especulações sobre a origem do vírus. Especialistas e cientistas já entendem hoje que o novo coronavírus surgiu através da transmissão por meio de animais e provavelmente esses mesmos hospedeiros foram consumidos por humanos. 

E onde o desmatamento entra nessa história? É em como a destruição da floresta causa  o desequilíbrio desse ecossistema que retém vírus e animais que são próprios para aquele habitat — com as espécies fora do lugar, a chance de surgirem novas doenças e pandemias cresce muito. 

O doutor Dráuzio Varella explica

Essa relação é uma das coisas que o doutor Drauzio Varella, médico oncologista, cientista e escritor brasileiro, explica com maestria na série de vídeos  “Preservação é saúde”, desenvolvida em parceria com um grupo de organizações. Nos vídeos, o doutor também conta porque precisamos conservar (com todo cuidado) nossas florestas, biodiversidade e respeitar os povos originários.

Confira o primeiro vídeo da série e acompanhe o perfil oficial do YouTube do doutor Drauzio— os episódios serão lançados todas as segundas-feiras do mês.

Fonte: Greenpeace