Reunião entre garimpeiros e prefeito de Humaitá planeja evitar operação contra exploração de ouro no município

Um grupo de garimpeiros que atuam no Rio Madeira, no Amazonas, se reuniu nesta segunda-feira (29), com o prefeito de Humaitá, Dedei Lobo (PSC), para evitar que a operação contra a exploração ilegal de ouro como a realizada pela Polícia Federal e Forças Armadas em Autazes, neste final de semana, também seja feita em Humaitá. Na operação, 131 balsas utilizadas pelos garimpeiros foram apreendidas ou destruídas e três pessoas foram presas.

Durante a reunião, o prefeito prometeu pagar o material que foi queimado pela ação da Polícia Federal e ajuda financeira para àqueles que moram em Humaitá. Também estavam presentes no encontro representantes do Ministério Público, Defensoria Pública, vereadores e lideranças do grupo de garimpeiros. 

Nesta terça-feira (30), três garimpeiros vão acompanhar o prefeito até o Distrito Federal, para tentar conversar com as autoridades, inclusive a bancada do Amazonas na Câmara e Senado, em Brasília.

As informações são do G1

Fonte: Amazônia.org