Salles nomeia advogada para chefiar Superintendência do Ibama no Acre

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. Foto: Roque Sá/Agência Senado

Em mais um capítulo da dança das cadeiras que viraram os cargos de chefia das superintendências estaduais do Ibama na gestão do ministro Ricardo Salles, nesta quarta-feira (03), a mudança é no Acre. Sai a pedagoga e educadora ambiental Francisca Cristina Boaventura, que estava no cargo desde agosto de 2019, entra a advogada Helen de Freitas Cavalvante. Com experiência na área do Direito Ambiental, Helen tem uma série de vídeos em sua conta no Instagram onde fala sobre as multas ambientais dada pelo Ibama aos produtores rurais. Nos vídeos, que datam de dezembro de 2019, a advogada orienta como os produtores autuados podem escapar das multas do Ibama na Justiça.

“E é assim, meus amigos trabalhadores do campo, que termina a saga de vocês. Vocês que só queriam trabalhar, só queriam realizar o sonho de ter uma terrinha, vocês vão parar sabe aonde? Fórum Criminal, respondendo a processo criminal por um crime ambiental que sequer vocês cometeram porque muitas vezes isso nem existiu, foi só a falta de uma boa defesa”, diz ela em um dos vídeos. E dá o caminho das pedras: “Com uma assistência jurídica especializada, não será a Justiça que lhe citará como um executado em uma execução fiscal da multa do Ibama, mas você como autor de uma ação anulatória do auto do Ibama, mandará citar o Ibama a respeito das dispostas nulidades e abusividades cometidas”.

Em outro vídeo, postado no dia 6 de dezembro de 2019, ela comenta sobre o aumento da fiscalização no Acre, “em razão dessa questão da proteção da Amazônia. Eu não estou aqui defendendo o que é certo e o que é errado, só vim aqui informar o que vocês têm que fazer”.

Fonte: O Eco

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *