assassinatos

Em 2016, 79% dos assassinatos decorrentes de conflitos no campo ocorreram na Amazônia

No ano de 2016 ocorreram 61 assassinatos em conflitos no campo no país, uma média de cinco assassinatos por mês, segundo os dados divulgados ontem (17) pela Comissão Pastoral da Terra (CPT). A Amazônia Legal, que compreende todos os estados da região Norte mais partes do Maranhão e Mato Grosso, concentrou 79% dos casos. A …

Em 2016, 79% dos assassinatos decorrentes de conflitos no campo ocorreram na Amazônia Leia mais »

Assassinato de ecologistas bate recorde e Brasil é o país mais perigoso da região

Pelo menos 185 ativistas morreram em 2015 e 66% das vítimas são latino-americanas O ambientalista colombiano Fabio Moreno, de 51 anos, passou 10 meses se escondendo dos algozes de um de seus companheiros mais próximos.  Ambos receberam a mesma ameaça uma semana antes do assassinato, em abril de 2015: “Se já sabem o que precisam, …

Assassinato de ecologistas bate recorde e Brasil é o país mais perigoso da região Leia mais »

Sem presença da Funai, índios assumem proteção das terras

Ações de fiscalização caíram quase 60% de 2011 a 2014; povos que assumiram a tarefa por conta própria sofrem com ataques de madeireiros e invasões garimpeiras Cansados de esperar por fiscalizações mais frequentes da Funai, do Ibama e da Polícia Federal, o povo Guajajara da terra indígena (TI) Arariboia, no Maranhão, resolveu reagir.  “A gente …

Sem presença da Funai, índios assumem proteção das terras Leia mais »

Nota do movimento Xingu Vivo e do movimento Munduruku Ipereg Ayu sobre o massacre de Caarapo

O movimento Xingu Vivo para Sempre e o Movimento Munduruku Ipereg Ayu, movimentos que lutam contra a destruição dos povos, da floresta e dos rios da Amazônia, vêm através desta nota repudiar veementemente a covarde ação paramilitar realizada ontem, 14/06, no Mato Grosso do Sul, por fazendeiros representantes do agronegócio, contra o povo guarani- kaiowá. …

Nota do movimento Xingu Vivo e do movimento Munduruku Ipereg Ayu sobre o massacre de Caarapo Leia mais »

Relatório do Cimi indica que situação indígena piorou, apesar de queda no número de assassinatos

O número de índios assassinados em 2011 é o menor identificado pelo Conselho Indigenista Missionário (Cimi) desde 2005, quando foram registrados 43 casos, contra os 51 do ano passado. Desde 2008, o número se mantinha em 60 casos anuais. Embora a quantidade de mortes tenha ficado abaixo inclusive da média anual (55,8) calculada para o …

Relatório do Cimi indica que situação indígena piorou, apesar de queda no número de assassinatos Leia mais »