Com colapso sanitário em Manaus, fiscalização afrouxa e mercado ilegal de peixes dispara

Em janeiro, três toneladas de pirarucu foram apreendidas no porto de Manaus, em pleno período de defeso. O defeso foi implantado na Amazônia em 2005, com o objetivo de proteger os estoques pesqueiros e manter o fluxo de renda dos pescadores artesanais. A política de subsídios atrelados à atividade pesqueira na região, porém, fez com …

Com colapso sanitário em Manaus, fiscalização afrouxa e mercado ilegal de peixes dispara Leia mais »