'Soldados da Borracha' da Amazônia na 2ª Guerra esperam indenizações

Aos 17 anos, Manuel Viriato ouvia no Ceará as notícias sobre a Segunda Guerra quando se deparou com um cartaz do governo: “Mais borracha para a vitória!”. Em 1943, juntou-se ao “exército” voluntário de 55 mil nordestinos enviados à Amazônia para extrair borracha para a indústria bélica americana e assim ajudar a derrotar os países …

'Soldados da Borracha' da Amazônia na 2ª Guerra esperam indenizações Leia mais »