Efeito colateral de hidrelétrica, árvores centenárias morrem no leito do rio

O rio é um organismo vivo e na Amazônia Central isso fica ainda mais visível ao observar os períodos de enchente e vazante, que causam disparidades de cerca de 10 metros entre o auge da cheia e da seca, numa completa transformação da paisagem. Nesse ambiente de estresse hídrico, espécies da flora se desenvolveram e …

Efeito colateral de hidrelétrica, árvores centenárias morrem no leito do rio Leia mais »